17/02/2017 Fonte: www.midianews.com.br LIVRE NOTÍCIAS

Alerta de cheia assusta moradores vizinhos ao Rio Coxipó

Nível do rio baixou

Alerta de cheia assusta moradores vizinhos ao Rio Coxipó


Nível baixou nesta quarta-feira, mas Defesa Civil não descarta alagamentos nos próximos dias

 FOTOS> Marcus Mesquita/MidiaNews

 

Rio Coxipó alcançou o nível de 5,88 metros; Defesa Civil emitiu alerta

CÁSSYO ANDER 
DA REDAÇÃO

Moradores próximos do Rio Coxipó, em Cuiabá, se assustaram com o aumento do volume de água nesta terça-feira (14).

 

As chuvas elevaram o nível do rio para 5,88 metros e a Defesa Civil de Cuiabá chegou e emitir alerta de alagamentos para alguns pontos da Capital.

 

Normalmente o nível do rio no local é de 1,40 metro. 

 

A possibilidade de novas cheias não foi descartada pelo órgão. Nesta manhã, o nível do rio baixou, porém ainda permanece elevado, registrando 4,48 metros, conforme informou o coordenador da Defesa Civil, João Pedro Zanetti.

 

“O Rio Cuiabá permanece cheio. Se houver outra onda de cheia, há possibilidade de novos alagamentos”, alertou. O Rio Coxipó é afluente do Cuiabá e sempre é afetado quando o nível deste sobe.

 

Tenho vontade de mudar daqui, mas eu vou fazer o que?

 

Em alguns pontos, a água chegou a cobrir o asfalto na terça-feira, conforme relatos de moradores do Bairro Jardim dos Ipês, ao lado do Tijucal. 

 

Na casa de dona Iraci Pereira, que vive no mesmo lugar há 25 anos, a água chegou até no portão. 

 

“Eu pensei que ia encher [de novo], porque alagou toda essa parte aí. Fiquei na expectativa de que poderia vir”, destacou.

 

A aposentada conta que não tem mais segurança em comprar móveis para a casa.

 

“Eu perdi três guarda-roupas. Minhas roupas estão nas caixas. A gente não pode comprar nada para colocar dentro de casa. O que compra estraga com a enchente”, desabafou.    

 

Marcus Mesquita Imagens

 

Moradora vive a 25 anos na mesma casa e sofre com as enchentes frequentes

O episódio de ontem trouxe lembranças de quando a casa dela ficou completamente inundada em 1995.

 

“Perdemos tudo. [A água] veio muito rápido. Deu para tirar roupa e alguma outra coisa. O resto ficou tudo”, lembrou.

 

A confeiteira Maria Mendes, que mora em uma casa próxima do rio, conta que teve dificuldade para dormir entre ontem e hoje. 

 

“Tenho vontade de mudar daqui. Mas vou fazer o quê? Quando nós fomos dormir, já era madrugada”, relatou a moradora, que vive no local com o marido e os quatro filhos.

 

Outra moradora da região, a aposentada Maria das Graças, de 65 anos, sofre com a presença de caramujos que aparecem na casa dela por causa das águas.

 

“É só chover e aparecem [os caramujos]. Eu tenho que jogar sal para eles não entrarem. Cuidado é essencial. De dengue, eu não deixo vasilha nenhuma cheia de água”, destacou.

 

Mais chuvas

 

Nos próximos dois dias ainda deve chover em Cuiabá, conforme a previsão do Instituto de Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). 

 

Para esta quarta-feira (15) são esperados 90 milímetros de água. Já para a quinta-feira (16), um pouco menos, 80 milímetros de chuvas.

 

 

Fonte:  www.midianews.com.br