18/12/2017 DIÁRIO DA AMAZÔNIA LIVRE ATITUDE GLOBAL

Viaduto da Três e Meio é inaugurado

Viaduto

Viaduto da Três e Meio é inaugurado

 

A inauguração contou com a presença do ministro Maurício Quintella.

Por Ana kézia Gomes DIÁRIO DA AMAZÔNIA

O viaduto da rua Três e Meio ainda não conta com iluminação, mas vem contribuir para melhorar o tráfego de veículos

 (Foto: Jota Gomes/Diário da Amazônia)

Após quase uma década do início das obras, o viaduto da rua Três e Meio foi inaugurado em Porto Velho, ainda sem iluminação. “Do ponto de vista estrutural e funcional esse aqui é um dispositivo seguro, mas para o pedestre ainda vai ficar o pecado da escuridão”, afirma Emanuel Neri Piedade, fiscal da obra. De acordo com Valter Casemiro, diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), a responsabilidade da iluminação não é do Dnit. “Nós somos responsáveis pela infraestrutura, o cidadão paga a taxa de iluminação para o município, então é a prefeitura que é responsável pela iluminação”, destaca.

O prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, explicou que há quatro meses a prefeitura elaborou um projeto ultramoderno de iluminação no valor de R$ 9 milhões e doou ao Dnit. “Todas as análises técnicas do projeto já foram feitas, agora ele está na fase de licitação. Acreditamos que nos próximos meses a situação da iluminação estará resolvida”, disse.

As obras

As obras do viaduto iniciaram em 2009, passaram por um período de inércia e foram retomadas pelo Dnit em 2015. No ano seguinte foi entregue o viaduto do Trevo do Roque e agora inaugurado o da rua Três e Meio. A expectativa é de que no segundo semestre de 2018 sejam finalizadas as obras na avenida Campo Sales. O viaduto da Três e Meio teve um orçamento de R$ 3,5 milhões, mas com as complementações, outras marginais e dispositivos, o valor fechou em R$ 74 milhões.

Viaduto é importante para a mobilidade urbana

De acordo com o governador Confúcio Moura, a obra vai facilitar o tráfego, ordenar o movimento de veículos e resgatar a tranquilidade necessária para o comércio e moradores. “Hoje finalmente é feita a entrega, mesmo que tardia, desse viaduto, mas como se diz ‘antes tarde do que nunca’, chegou o dia. Eu agradeço a paciência de todos”, disse o governador. O viaduto tem o objetivo de melhorar a mobilidade urbana da capital, diminuindo a quantidade de veículos na BR-364, além de facilitar o tráfego para os motoristas que entram e saem dos bairros da zona Sul.

Quintella

O ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, veio a Rondônia para participar na solenidade de inauguração. Segundo ele, a expectativa é de continuar trabalhando para que a infraestrutura do Estado avance a cada dia.

O ministro cumpriu outra atividade em Rondônia: assinou um termo de compromisso para o início da licitação das obras de melhoramento, ação e modernização dos aeroportos de Ariquemes, Cacoal e Ji-Paraná. “O Governo Federal está investindo para a integração do País. Aqui serão 23 milhões de reais investidos, hoje 58 aeroportos já estão dentro do programa com 18 assinaturas e obras já em execução”, explicou.

 

FONTE>  DIÁRIO DA AMAZÔNIA.