08/07/2022 Gilmar Rocha - Web Repórter Global Livre NOTÍCIAS

Onda de invasões no assentamento Joana Darc causa movimentações em toda região.

.

Onda de invasões no assentamento Joana Darc  causa movimentações em toda região.

Por >  ATITUDE GLOBAL   Web repórter Gilmar Rocha – Ciberjornalismo DRT|0001670

Da Amazônia para o Mundo, Top de linha em comunicação global !

JOANA DARC , NOS ÚLTIMOS DIAS TORNOU - SE ALVO DE GRILAGEM  E DE INVASÕES DE TERRAS E IMÓVEIS.

O site ATITUDE GLOBAL  deu o primeiro alerta nas reportagens , em que mostramos a maior invasão de terras e casas invadidas por um grupo de mais de dezenas de famílias  sem-teto também liderados por alguns  moradores daquela região . Não houve nenhum tipo de ação das autoridades, por outro lado a comunidade informou a nossa equipe  que  um helicóptero da policia militar pousou na linha 17  no Joana Darc. Uma moradora antiga mesmo diante dos conflitos sociais e agrários. Ela de forma  animada não perdeu humor  e exclamou “ Que um helicóptero que veio dos céus  com (02) duas canetas gigantes pra fazerem os cadastros dos moradores" , "porém os moradores não compareceram “ disse a moradora com muito humor,  que é atingida pela usina do madeira  e até hoje espera pelas indenizações.  E os casos de invasão à propriedade privada por todo assentamento continuam a se acumular E Nem sempre o objetivo real é a moradia.

No mês de maio por volta do dia 20 iniciou as ondas de invasões no assentamento Joana Darc  e se estendeu durante os meses de junho e julho de 2022, aconteceram as diversas invasões  no assentamento Joana Darc  de acordo com as famílias que estavam mobilizadas nas ocupações de terras e até mesmo de  imóveis.  O local ficou totalmente demarcado com placas, nomes de pessoas e com construções de acampamentos de palhas, outros construíram com  madeiras e telhas.

As invasões permaneceram até o  último dia 06 de julho , quando as empresas responsáveis pelas áreas de terras realizou  uma operação de reintegração de posse. Se invadir terras privadas para morar  e até mesmo   imóveis  alheios já é atitude questionável, o que já estava dando diversos conflitos internos entre os invasores que cada um chegava e já marcava até um (01) Km de terras para sí, outros invadiam  pequenas áreas.

O IBAMA  e o INCRA são guardiães de toda a área do Assentamento Joana Darc, sendo que um dos primeiros embates do IBAMA com os grandes empresários do ramo madeireiro  pela preservação ambiental das florestas, mesmo com todo esse esforço das instituições públicas em preservar esta riqueza amazônica , ainda assim muitos crimes ambientais são cometidos naquela localidade , devido a distância que fica cerca de 120 km distante da capital de Porto Velho.

O ATITUDE GLOBAL , tentou contacto  com o  Superintendente do INCRA na capital do Estado de Rondônia, porém não fomos recebidos, tentamos com contacto com as empresas responsáveis pelas terras também não tivemos respostas até o termino desta matéria.

 

ATITUDE GLOBAL

Web Repórter Gilmar Rocha

DRT|RO  0001670

Cirberjornalista

Fotos e textos todos os direitos reservados à ATITUDE GLOBAL