10/06/2024 Secom - Governo de Rondônia LIVRE NOTÍCIAS

Circuito de Pesca Esportiva em Rondônia fortalece potencial turístico com sustentabilidade

.

PESCA ESPORTIVA

Circuito de Pesca Esportiva em Rondônia fortalece potencial turístico com sustentabilidade 

Aproximadamente 5 mil pessoas, incluindo membros da comunidade e visitantes de outras regiões, estiveram presentes

Rondônia foi palco do Primeiro Circuito de Pesca Esportiva, realizado no distrito de Jaci-Paraná, entre sábado (1º) e domingo (2). O torneio atraiu uma significativa participação, com 196 inscrições e 123 equipes efetivamente envolvidas na competição. Ao longo dos dois dias de evento, aproximadamente 5 mil pessoas, incluindo membros da comunidade local e visitantes de outras regiões, estiveram presentes.

A participação dos ribeirinhos da região, que se juntaram aos pescadores de outros estados, como Acre, Mato Grosso, Amazonas, Paraná e Minas Gerais, resultou na interação entre comunidades locais e visitantes, adicionando uma dimensão cultural enriquecedora ao evento e fortalecendo os laços entre os participantes.

Na ocasião, o vice-governador, Sérgio Gonçalves, ressaltou a relevância do evento, que destacou o potencial turístico da região e o compromisso com a sustentabilidade. “Parabenizo todas as equipes participantes e agradeço à Superintendência Estadual de Turismo pela organização. Este é apenas o começo de uma jornada promissora para o turismo ecológico em nosso estado.”

De acordo com o titular da Superintendência Estadual de Turismo (Setur), Gilvan Pereira, mais de 30 barraquinhas de ambulantes foram montadas no local, todas registrando um alto volume de vendas. O aquecimento da economia local demonstra o impacto positivo que eventos como o Circuito de Pesca Esportiva podem ter na região, impulsionando não apenas o turismo na região, mas também o comércio local.

“Estamos orgulhosos do sucesso alcançado no Primeiro Circuito. Este evento não só promoveu o turismo na região, mas também enfatizou a importância da preservação ambiental e sustentabilidade. Agradecemos a todos os envolvidos, desde as equipes participantes até os membros da comunidade local, por fazerem do torneio um verdadeiro marco para o turismo ecológico em nosso estado”, frisou .

Os recursos oriundos para o evento foram provenientes de emendas parlamentares dos deputados Ieda Chaves, Laerte Gomes, Dr. Luis do Hospital, Ribeiro do Sinpol, Delegado Rodrigo Camargo, Alex Redano e Alan Queirós, no valor de R$ 803.791,40 (oitocentos e três mil, setecentos e noventa e um reais e quarenta centavos).

PREMIAÇÃO 

 

As equipes vencedoras foram agraciadas com troféus, caixas de som, kit de pesca, e caixas térmica

As equipes vencedoras foram agraciadas com troféus, caixas de som, kit de pesca e caixas térmica, pelo reconhecimento das habilidades e dedicação na pesca esportiva. Os destaques da competição foram as equipes Diságua, Cuiabanos e Quebra-Queixos, que conquistaram o 1º,  2º e 3º lugar, respectivamente.

1º lugar – Equipe Diságua, com um total de 1.896 pontos

2º lugar – Equipe Cuiabanos, com 1.620 pontos

3º lugar – Equipe Quebra-Queixos, com 1.608 pontos

Uma das atrações mais aguardadas do evento também, foi o sorteio de uma lancha, disputada entre as equipes participantes. A vencedora do sorteio foi a equipe AJV.

SEGUNDA ETAPA

Está prevista para acontecer nos dias 29 e 30 de junho de 2024, a segunda etapa do Circuito de Pesca Esportiva, no distrito de Porto Rolim, do município de Alta Floresta do Oeste, com uma programação similar à primeira etapa. O objetivo é incentivar a prática da pesca esportiva nos rios Madeira e Guaporé, além de beneficiar a economia local, através do aumento da demanda por serviços e produtos relacionados à pesca. Para mais informações, os interessados podem entrar em contato pelo e-mail: condutorespesca@gmail.com

A pesca esportiva é realizada de forma 100% sustentável, com todos os peixes capturados sendo devolvidos aos rios. Além disso, medidas de fiscalização são implementadas para garantir nenhum prejuízo ao ecossistema aquático. A abordagem responsável garantiu que o segmento da pesca esportiva fosse valorizado sem causar danos ao meio ambiente.

Fonte
Texto: Marina Espíndola
Fotos: Gisele Louise
Secom - Governo de Rondônia